São Paulo coloca 11 restaurantes no ranking de melhores da América Latina

Entre os premiados do Latin America’s Best Restaurants, 17 estabelecimentos são brasileiros: sendo 11 de São Paulo, 4 do Rio de Janeiro, 1 de Salvador e 1 de Curitiba.
A Casa do Porco Bar Chef Jefferson Rueda Porco San Zé

Dos 17 restaurantes brasileiros que aparecem no ranking internacional dos 100 melhores da América Latina, de 2023, 11 são da cidade de São Paulo.

São eles: A Casa do Porco, Metzi, Nelita, Evvai, Maní, Charco, Fame Osteria, Mocotó, Kotori, D.O.M. e Kan Suke.

O ranking é organizado pela empresa do setor de alimentos William Reed. No dia 16 de novembro deste ano foram anunciados os restaurantes que ficaram entre o 51º e o 100º lugar. Já nesta terça-feira (28), durante premiação realizada no Rio de Janeiro, foram divulgados os primeiros 50 da lista.

“A Casa do Porco”, restaurante localizado na região central da capital paulista e que tem como protagonista a carne de porco, foi eleito o 4º melhor da América Latina. O local se mantém desde 2019 no ranking internacional, o que faz aumentar o interesse de brasileiros e até estrangeiros. No menu é possível experimentar todas as partes do porco tanto de forma crua quanto de forma crocante. Para o outono e inverno deste ano, o restaurante inaugurou um novo menu com o tema “Somos Todos de Carne e Osso”.

Em 18º aparece o restaurante Metzi, que é localizado em Pinheiros, Zona Oeste, e comandado pela chef brasileira Luana Sabino e o mexicano Eduardo Nava Ortiz. Os dois trabalharam juntos no restaurante Cosme, em Nova York, quando se mudaram para São Paulo em 2019 para abrir o próprio restaurante. Com ingredientes brasileiros e técnicas e receitas mexicanas, os dois chefs aproveitam o melhor das duas cozinhas, segundo informa a página do ranking internacional.

Na sequência aparece Nelita, em 21º. Também localizado no bairro Pinheiros, o local é comandado pela chef Tássia Magalhães e nomeado em homenagem à mãe dela e se destaca pelas massas.

Em 22º lugar está o restaurante Evvai, que fica nos Jardins. Luiz Filipe Souza abriu o local em 2017 após treinar em restaurantes italianos, incluindo Fasano e Piselli em São Paulo e Reale em Castel di Sangro, Itália. Em 2018, representou o Brasil na competição Bocuse D’Or, chegando até a final em Lyon.

O restaurante Maní aparece em 34º na lista. Também localizado no bairro Pinheiros, o Maní inspira-se em ingredientes orgânicos. A cozinha é comandada por Helena Rizzo, que já foi reconhecida como melhor chef feminina da América Latina e melhor chef feminina do mundo.

Já o restaurante Charco está em 56º lugar. Localizado nos Jardins, o chef Tuca Mezzomo traz inspirações sulistas.

O Fame Osteria, localizado na rua Oscar Freire, Cerqueira César, ficou na posição 57. O restaurante é comandando pelo chef Marco Renzetti.

Mocotó ficou em 63º no ranking. Localizado na Vila Medeiros, shopping D e Vila Leopoldina, o local tem como chef Rodrigo de Oliveira.

Na sequência vem o restaurante Kotori, em 64º lugar, doThiago Bañares. Ele fica localizado no bairro Pinheiros.

A lista traz o restaurante D.O.M em 65º lugar. Comandando pelo chef Alex Atala, o restaurante foi inaugurado em 1999 no centro de São Paulo. Atualmente, está localizado na rua Barão de Capanema, Jardins.

Quase no fim da cultuada lista, Kan Suke aparece na posição 97. Localizado no bairro Paraíso, o grande protagonista é o sushi.

Melhores restaurantes da América Latina em 2023:

  1. Maido (Lima, Peru)
  2. El Chato (Bogotá, Colômbia)
  3. Don Julio (Buenos Aires, Argentina)
  4. A Casa do Porco (São Paulo)
  5. Fauna (Valle de Guadalupe, México)
  6. Maito (Cidade do Panamá, Panamá)
  7. Kjolle (Lima, Peru)
  8. Leo (Bogotá, Colômbia)
  9. Boragó (Santiago, Chile)
  10. Mayta (Lima, Peru)
  11. Nuema (Quito, Equador)
  12. Quintonil (Cidade do México, México)
  13. Mérito (Lima, Peru)
  14. Lasai (Rio de Janeiro)
  15. Pujol (Cidade do México, México)
  16. Celele (Cartagena, Colômbia)
  17. El Preferido de Palermo (Buenos Aires, Argentina)
  18. Metzi (São Paulo)
  19. Villa Torél (Ensenada)
  20. Oteque (Rio de Janeiro)
  21. Nelita (São Paulo)
  22. Ewai (São Paulo)
  23. Gustu (La Paz, Bolívia)
  24. Sublime (Cidade da Guatemala, Guatemala)
  25. Cantina Del Tigre (Cidade do Panamá, Panamá)
  26. Gran Dabbang (Buenos Aires, Argentina)
  27. X.O. (Medelín, Colômbia)
  28. Arca (Tulum, México)
  29. Pangea (Monterrey, México)
  30. Julia (Buenos Aires, Argentina)
  31. Sud 777 (Cidade do México, México)
  32. Mishiguene (Buenos Aires, Argentina)
  33. Osso (Lima, Peru)
  34. Maní (São Paulo)
  35. Manu (Curitiba)
  36. Rosetta (Cidade do México, México)
  37. Alcalde (Guadalajara, México)
  38. Alo’s (Buenos Aires, Argentina)
  39. Mil (Moray, Peru)
  40. Le Chique (Cancún, México)
  41. Crizia (Buenos Aires, Argentina)
  42. La Mar (Lima, Peru)
  43. Niño Gordo (Buenos Aires, Argentina)
  44. Humo Negro (Bogotá, Colômbia)
  45. Parador La Huella (José Ignacio, Uruguai)
  46. Rafael (Lima, Peru)
  47. Sikwa (San José, Costa Rica)
  48. La Docena (Cidade do México, México)
  49. Mercado 24 (Cidada da Guatemala, Guatemala)
  50. Cosmee (Lima, Peru)
  51. Fonda Lo Que Hay (Cidade do Panamá, Panamá)
  52. Diacá (Cidade da Guatemala, Guatemala)
  53. Animalón (Valle de Guadalupe, México)
  54. Lunario (Ensenada, México)
  55. Máximo Bistrot (Cidade do México, México)
  56. Charco (São Paulo)
  57. Fame Osteria (São Paulo)
  58. Huniik (Mérida, México)
  59. El Xolo (San Salvador)
  60. Aramburu (Buenos Aires, Argentina)
  61. Cara de Vaca (Monterrey, México)
  62. Ancestral (La Paz, Bolívia)
  63. Mocotó (São Paulo)
  64. Kotori (São Paulo)
  65. D.O.M. (São Paulo)
  66. Lo de Tere (Punta del Este, Uruguai)
  67. La Calma by Fredes (Santiago, Chile)
  68. Olam (Santiago, Chile)
  69. Quitu (Quito, Equador)
  70. Pulpería Santa Elvira (Santiago, Chile)
  71. Manzanar (Montevidéu, Uruguai)
  72. Elena (Buenos Aires, Argentina)
  73. Isolina (Barranco) (Lima, Peru)
  74. Mesa Franca (Bogotá, Colômbia)
  75. Astrid y Gastón (Lima, Peru)
  76. Origem (Salvador)
  77. Manuel (Barranquilla, Colômbia)
  78. Café Misterio (Montevidéu, Uruguai)
  79. Demencia (Santiago, Chile)
  80. Salvo Patria (Bogotá, Colômbia)
  81. Nicos (Cidade do México, México)
  82. El Papagayo (Córdoba, Argentina)
  83. El Baqueano (Salta, Argentina)
  84. Phayawi (La Paz, Bolívia)
  85. Levadura de Olla (Oaxaca, México)
  86. Intimo (Cidade do Panamá, Panamá)
  87. Yum Cha (Santiago, Chile)
  88. Cordero (Caracas, Venezuela)
  89. Sambombi Bistró Local (Medelín, Colômbia)
  90. Marismo (José Ignacio, Uruguai)
  91. Ambrosía (Santiago, Chile)
  92. Anchoita (Buenos Aires, Argentina)
  93. Koli (Monterrey, México)
  94. Trescha (Buenos Aires, Argentina)
  95. Ristorante Hotel Cipriani (Rio de Janeiro)
  96. Ocyá (Rio de Janeiro)
  97. Kan Suke (São Paulo)
  98. Harry Sasson (Bogotá, Colômbia)
  99. Oda (Bogotá, Colômbia)
  100. Mikka (Guayaquil, Equador)
Add a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *