Churrasco gaúcho perde para o japonês e fica em 6° entre melhores do mundo

Churrasco Gaúcho

O churrasco gaúcho, com sua tradição enraizada nas vastas planícies do Rio Grande do Sul, sempre foi motivo de orgulho para os brasileiros. Aquele aroma inebriante de carne assada no fogo de chão, o sabor defumado e a suculência das peças de carne são parte fundamental da nossa cultura culinária. No entanto, recentemente, uma notícia surpreendente abalou os brasileiros amantes de uma carne na brasa: ele foi eleito o 6º melhor do mundo.

O TasteAtlas, um guia online que explora as delícias culinárias ao redor do globo, realizou uma pesquisa levando em consideração o voto popular. O resultado? O churrasco gaúcho ficou atrás de algumas iguarias internacionais, deixando muitos brasileiros perplexos.

Vamos dar uma olhada na lista:

  1. Yakiniku (Japão): A culinária japonesa é conhecida por sua precisão e qualidade, e o yakiniku (churrasco japonês) não é exceção. Cortes finos de carne grelhados à perfeição são servidos com molhos saborosos.
  2. Asado (Argentina): Os nossos vizinhos argentinos têm uma tradição igualmente rica de churrasco. O asado argentino é preparado com cortes específicos de carne bovina, como a suculenta costela.
  3. Kushiyaki (Japão): Outra contribuição japonesa, o kushiyaki, consiste em espetinhos de carne, frango ou peixe grelhados. A simplicidade e o sabor são incomparáveis.
  4. Shashlik (Rússia): Os russos também têm sua versão de churrasco, chamada shashlik. Espetos de carne marinados e grelhados são uma delícia.
  5. Gui (Coréia do Sul): O gui coreano é uma festa para os sentidos. Carne marinada, grelhada e servida com acompanhamentos como kimchi e arroz.

E então, em sexto lugar, temos o nosso churrasco gaúcho. A notícia não foi bem recebida por muitos brasileiros, que argumentam que a picanha com pão de alho e o espetinho brasileiro são verdadeiras joias gastronômicas. Além disso, a posição do asado argentino em segundo lugar também gera debates acalorados e uma certa invejinha (saudável, claro).

De qualquer forma vale celebrar o churrasco gaúcho, que continua sendo um patrimônio imaterial do Brasil, com sua riqueza de técnicas, cortes de carne e temperos utilizados.

É importante ressaltar que rankings como esse são subjetivos e baseados em preferências pessoais. O importante, ainda mais neste caso, é continuar saboreando as delícias que a gastronômia nos oferece, uma das grandes experiências culturais de ser humano.

Add a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *