A lenda Tim Sale nos deixa aos 66 anos

Embora Batman tenha sido um fenômeno da cultura pop desde sua estreia nas páginas de Detective Comics #27 de 1939, alguns narrativas gráficas do personagem foram considerados especialmente icônicos ao longo das décadas. Um desses contos é Batman: O Longo Dia das Buxas, que foi escrito por Jeph Loeb e ilustrado por Tim Sale, e não é apenas amado pela crítica, mas também serviu de fonte de inspiração para alguns filmes do Batman.

Infelizmente, uma parte dessa equipe criativa não está mais conosco, pois Sale faleceu aos 66 anos.

No início desta semana, o diretor criativo/editor da DC Comic, Jim Lee, anunciou no Twitter que Tim Sale havia sido internado no hospital por “problema de saúde grave”. A causa da morte não foi revelada, mas duas fontes diferentes disseram que ele faleceu na noite passada com sua esposa ao seu lado.

O artista, mais conhecido por suas inúmeras colaborações com o roteirista Jeph Loeb, trabalha em quadrinhos desde 1983 e se tornou um nome familiar para os fãs de quadrinhos após o lançamento de Batman: The Long Halloween #1 em 1996.

Sale trabalhou com Marvel, DC, Dark Horse, Harris Comics e Oni Press durante sua carreira, e seu trabalho agraciou personagens como Batman, Superman, Harley Quinn e a Sociedade da Justiça da América. Com Loeb, criou The Long Halloween, Challengers of the Unknown Must Die!, Superman: As Quatro Estações (Superman for All Seasons), Batman: Vitória Sombria ( Batman: Dark Victory), Demolidor: Amarelo (Daredevil: Yellow), Homem-Aranha: Azul (Spider-Man: Blue), Hulk: Cinza (Hulk: Gray), Catwoman: When in Rome, Capitão América: Branco (Captain America: White), e fez a primeira edição da série de antologias da DC Solo.

“É com grande tristeza que devo anunciar que Tim Sale faleceu hoje“, escreveu a conta oficial do artista no Twitter. “Ele faleceu com o amor de sua vida ao seu lado e ama muito todos vocês. Por favor, compartilhe fotos e histórias neste post, pois esperamos compartilhá-las com a comunidade”. Sale nasceu em 1º de maio de 1956 em Ithaca, Nova York, mas passou a maior parte de sua juventude em Seattle, Washington. Frequentou a Universidade de Washington por dois anos, antes de se mudar para Nova York para frequentar a Escola de Artes Visuais e se matricular na oficina de quadrinhos ministrada pelo lendário artista da Marvel John Buscema.

Além de trabalhar com Loeb no espaço de quadrinhos, também colaborou com Loeb na TV, onde os dois trabalharam em Heroes for NBC. Lá, colaborou com o cartunista independente Eric Powell para criar o trabalho do Isaac Mendez, bem como outros personagens da série. Sale também criou a fonte usada para legendas e transições da série.

Em 1999, Sale ganhou o Prêmio Eisner de Melhor Conto por “Advogado do Diabo”, com o escritor Matt Wagner em Grendel: Black, White, and Red #1. Ele também recebeu Eisners de Melhor Álbum Gráfico – Reimpressão por Batman: The Long Halloween e Melhor Desenhista/Arte-finalista por Superman for All Seasons e Grendel Black, White, and Red.

Nossas condolências à família, amigos, fãs e colaboradores do mestre. Enquanto a gente pensa tanto no “por que”, acho q é isso q a gente precisa pensar: nascer e morrer são as únicas certezas da vida. Você só tem controle sobre o que faz no curto período entre elas.

Add a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *